Quer carregar conosco?
Baixe nosso APP Coopercarga Fretes

Vice-presidente da Coopercarga participa de Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas

Por: Olíria Weber Locatelli
24 de Maio de 2019


O setor de transporte rodoviário de cargas representa 70% de todos os modais de transportes do país. Mesmo sendo responsável em movimentar grande parte das riquezas produzidas no Brasil, a área sofre com diretrizes burocráticas e inadequadas. Para debater melhorias e buscar soluções ao setor, autoridades e lideranças da classe se reuniram, em Brasília, DF, no dia 22 maio, durante o 19º Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas.

O Seminário é uma iniciativa da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados e reúne parlamentares, autoridades governamentais, lideranças, entidades, confederações, federações, representantes do meio acadêmico, técnicos e a sociedade em geral. A Coopercarga esteve representada pelo vice-presidente e diretor comercial, Paulo Simioni.

Vários temas referentes ao setor foram evidenciados no encontro. Entre eles, a  Reforma da Previdência, que no entendimento do setor precisa acontecer para destravar o país e promover o desenvolvimento econômico brasileiro. 

O Marco Regulatório do Transporte, que está em tramitação no Senado, também esteve na pauta do Seminário. A aprovação é indispensável para o setor de transporte rodoviário de cargas, porque  estabelece regras de segurança nas estradas, infrações e condições de contratação de transportadores, como pagamento, seguros e vale-pedágio. As determinações valem para caminhoneiros autônomos, empresas de operação logística, transportadores de carga própria, cooperativas e empresas transportadoras de cargas e de valores.

O custo Brasil, os altos preços do diesel, o valor do frete, a falta de manutenção dos veículos continuam sendo gargalos do setor de transporte rodoviário de cargas. Esses assuntos também foram discutidos no seminário e a luta do setor baixar esses índices, em especial a adequação justa do valor dos fretes, é incansável e contínua.

            “O evento é indispensável para o setor e nós, enquanto Coopercarga, precisamos participar dos debates que buscam melhorias e adequações para que o setor possa se fortalecer, obter garantias e segurança na atividade”, considera Paulo. 

GALERIA

Notícias Relacionadas

"Mês solidário Coopercarga”: campanha visou aquecer o próximo no Inverno

SAIBA MAIS

Coopercarga participa do evento FazLog 2019

SAIBA MAIS

Novas ações estratégicas na Coopercarga

SAIBA MAIS
NEWSLETTER
Fique por dentro das nossas novidades!