Coopercarga participa de acordo de cooperação para reduzir mortes no trânsito

02/10/2018 10:19:45 Por: Atanes Zago

Share

     Com o objetivo de reduzir pela metade o número de mortes no trânsito em todo o país até 2028, o Ministério das Cidades e o Instituto Tellus assinaram, em julho, em Brasília, um acordo de cooperação técnica para implementar o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS). A medida foi instituída em 11 de janeiro deste ano, por meio da Lei nº 13.614. O acordo possui, ainda, como parceiro técnico, a Fundação Falconi e como principal parceiro investidor a Ambev. 

     Representou a Coopercarga na oportunidade da assinatura, em julho, o diretor de operações, Marcio França. O evento contou também com as presenças do Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, do diretor presidente do Instituto Tellus, Germano Guimarães, do presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, do embaixador da FIA para Segurança Viária e ex-piloto da Fórmula 1, Felipe Massa, e do Ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

     Entre os principais pontos instituídos estão as metas de redução do índice de mortos no trânsito por grupos de habitantes e do índice de mortos no trânsito por grupos de veículos; a participação conjunta dos órgãos de saúde, de trânsito, de transporte e de justiça; a divulgação das ações e procedimentos de fiscalização, das metas e dos prazos definidos, em balanços anuais, permitindo consultas públicas por meio da rede mundial de computadores e a realização de campanhas permanentes e públicas de informação, esclarecimento, educação e conscientização visando a atingir os objetivos do PNATRANS.     

     “Este projeto, que visa a redução de mortes nas vias e rodovias é de extrema importância e relevância para a sociedade. Reduzir pela metade um número tão alto de mortes até 2028 já é um grande passo, afinal, todos somos responsáveis pela segurança em nossas cidades e estados. Nós, como Coopercarga, devemos nos comprometer e gerar apoio a tão grandioso projeto”, finalizou Marcio.

 

Dados

De acordo com o Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde, foram registradas, no ano passado, 32.615 mortes decorridas de acidentes nas vias terrestres de todo o país. Atualmente, o Brasil é o quarto colocado em um ranking que mede o número de mortos no trânsito nas Américas, elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O país fica atrás apenas de República Dominicana, Belize e Venezuela.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério das Cidades e da Lei nº 13.614.