Notícias

Acompanhe e atualize-se! Confira aqui as notícias mais recentes da Coopercarga e do setor de logística.

CL Curitiba realiza descarte correto de resíduos gerados no armazém

31/10/2014 11:10:33 Por: Daniele Pasinatto

Share

     A Armazenagem é um dos elos da cadeia logística. Atividade responsável por planejar, receber, organizar, armazenar e distribuir produtos, o negócio também precisa ter responsabilidade com o meio ambiente. Nos armazéns da Coopercarga, a prática sustentável faz parte da rotina de trabalho. Investindo neste segmento desde o ano de 2005, uma das maiores preocupações da cooperativa com o negócio é com relação ao descarte correto de resíduos gerados - fator que vai ao encontro das premissas da política ambiental da organização.

     Por este motivo, o CL de Curitiba possui o PGRS - Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Por meio dele, o CL caracteriza e quantifica os resíduos de acordo com a norma, define o acondicionamento, a armazenagem temporária, a forma e os responsáveis pelo transporte e a destinação final, além de apresentar suas respectivas licenças.

     Esta prática é bastante elogiada pelos clientes que atuam com a unidade, principalmente por proporcionar um sistema adequado de destinação de resíduos que atende a legislação vigente, evitando descarte em locais não adequados e preservando o meio ambiente. Tal atitude também vai ao encontro das premissas do cliente Vigor. Oziel Ramos, coordenador de logística da Regional Sul, afirma que a Vigor possui esta visão de destinar de maneira correta os resíduos gerados e que esta prática da Coopercarga se identifica com as políticas da empresa. "A Coopercarga, assim como Vigor, é uma empresa preocupada com o meio ambiente. Além disso, este é um diferencial que a cooperativa nos oferece", destaca.

     Os resíduos gerados no CL Curitiba provenientes da operação de armazenagem são: plástico, papelão, madeira, resíduos orgânicos e não recicláveis. Mas a preocupação vai além da correta destinação somente destes materiais. Lâmpadas, efluente sanitário e óleo dos motores dos equipamentos de refrigeração também têm sua destinação final adequada no CL, o que ratifica o compromisso da unidade com o meio ambiente.